Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

São Paulo, Rio, Curitiba e Goiânia devem ser as próximas capitais com 5G, mas ainda sem data definida, diz Anatel - Rádio Metrópole FM 87,9 - Andradina/SP

Fale conosco via Whatsapp: +55 18 99724-2884

No comando: Despertando Metrópole

Das 6:00 às 8:00

No comando: Viajando pelo Sertão

Das 6:00 às 9:00

No comando: A hora da Familia

Das 08:00 às 09:00

No comando: Bom dia Metrópole

Das 09:00 às 11:30

No comando: Pagodear

Das 12:00 às 14:00

No comando: Pop Show

Das 14:00 às 15

No comando: 120 Minutos

Das 15:00 às 17:00

No comando: Sertanejão Metrópole

Das 17:00 às 19:00

No comando: Um Toque de Classe

Das 18:00 às 19:00

No comando: Top 10

Das 20:00 às 21:00

No comando: Amnésia

Das 20:00 às 22:00

No comando: Top BR

Das 21:00 às 22:00

No comando: Gás Total

Das 22:00 às 00:00

No comando: Songs OFF Love

Das 22:00 às 00:00

No comando: Fim de Noite com Deus

Das 22:00 às 22:30

São Paulo, Rio, Curitiba e Goiânia devem ser as próximas capitais com 5G, mas ainda sem data definida, diz Anatel

O conselheiro Moisés Moreira, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), informou nesta quarta-feira (27) que São Paulo, Rio de Janeiro , Curitiba (PR) e Goiânia devem ser as próximas capitais do país com a ativação do sinal de internet 5G puro. Porém, ainda não há uma data definida.

Brasília foi a primeira cidade do país a contar com o chamado “5G puro”, oferecido na faixa de 3,5 gigahertz, que oferece a maior velocidade e menor latência (tempo de resposta).

Nesta sexta-feira (29), o sinal vai ser ativado em Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre.

Segundo o conselheiro, as operadoras de telefonia trabalham agora para ativar o sinal 5G em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Goiânia.

As operadoras, através da Siga Antenado – entidade criada por Claro, TIM e Vivo, vencedoras da faixa de 3,5GHz do leilão do 5G –, precisam instalar as torres de comunicação para ativação do 5G e filtros para evitar interferências com outras faixas de frequência. Também precisam iniciar a distribuição de kits de recepção do novo sinal das TVs parabólicas à população que tem direito (baixa renda).

Conforme o processo de instalação das antenas/torres e dos filtros é concluído, as operadoras comunicam o Gaispi, grupo criado pela Anatel para cuidar da implantação da internet 5G na faixa de 3,5 gigahertz. Testes são feitos e, caso não verificada interferências, o sinal do 5G é liberado para ativação.

Pelo edital do leilão do 5G, realizado em novembro do ano passado, todas as capitais do país devem contar com a tecnologia até o fim de setembro. Inicialmente, o prazo era até 31 de julho, mas, devido a dificuldades logísticas para importação de equipamentos, foi estendido em 60 dias.

O conselheiro Moisés Moreira, presidente do Gaispi, não descarta a possiblidade de uma nova extensão de 60 dias do prazo, caso as operadoras encontrem dificuldades em alguma capital. A expectativa até o momento, contudo, é que a nova prorrogação não seja necessária.

Deixe seu comentário:

Peça Sua Música no Whatsapp

Fale conosco via Whatsapp: +55 18 99643-0237